SISAV - Fornecimento e instalação de unidade de Osmose Inversa

O SISAV é uma unidade Integrada de Tratamentoe Eliminação de Resíduos Industriais Perigosos (CIRVER), constituída por um agrupamento de empresas, nomeadamente o grupo EGEO e pela Câmara Municipal da Chamusca. Esta instalação industrial está situada no concelho da Chamusca, no Eco Parque do Relvão. 

Foi inaugurada no dia 4 de junho de 2008, comum investimento total a rondar os 29 milhõesde EUR, abrangendo uma área de 3 ha, sendo que só existem duas unidades do género em Portugal.
A capacidade média instalada de tratamentode resíduos industriais é de 150 mil toneladas por ano, com uma capacidade máxima de 350 mil toneladas por ano, abrangendo diversas valências nesta área de operação, comunidades tão diversas como: descontaminação de solos; estabilização e solidificação;classificação, triagem, desacondicionamento e armazenagem; aterro de resíduos industriais perigosos e unidade de tratamento de resíduos orgânicos, a qual é composta por: tratamento físico-químico-orgânico, tratamento biológico, evapo-oxidação e tratamento de óleos usados.Todos estes processos são suportados por um laboratório de análises químicas interno, equipado com a mais alta tecnologia. O SISAV é uma unidade industrial licenciada e que pretende com os seus processos de tratamentode resíduos otimizar a cadeia logística e permitir que as operações de gestão de resíduos sejam mais eficientes e económicas.

Neste contexto, apresentaram à Sotecnisol uma oportunidade de melhoria, nomeadamente no tratamento de águas residuais geradas nos seus diferentes processos, nomeadamente as águas lixiviantes. A Licença Ambiental, estabelece limites muito rigorosos para a descarga de águas residuais tratadas e o SISAV, na procura das melhores tecnologias disponíveis para cada uma das suas valências decidiu, em conjunto com a Sotecnisol Ambiente, instalar um sistema de tratamento por Osmose Inversa. Assim, a Sotecnisol Ambiente projetou um sistemacom três etapas, com um caudal médiodiário de 144m3, recorrendo à tecnologia desenvolvidapela Rochem, uma empresa alemã, do grupo APT Water, com a qual tem uma relaçãode vários anos. O sistema contentorizado permite tratar as águas lixiviantes produzidas na unidade industrial e produzir um permeado para descarga no meio hídrico que cumpre os valores exigidos pela Licença Ambiental ou, em alternativa, reutilizar a água no processo industrial, já quea taxa de rejeição dos diversos contaminantes presentes no lixiviado é superior a 99%. A tecnologia de Osmose Inversa garante uma segurança aos clientes e uma redução dos custos no tratamento de águas residuais, já que reduz a carga de mão de obra necessária (o sistema pode ser operado remotamente) e a água produzida pode ser reutilizada.

O QUE É A OSMOSE INVERSA?
A Osmose é o nome dado a um fenómeno físico que consiste na difusão de um líquido (solvente) através de uma membrana semipermeável, permitindo a passagem das moléculas do solvente e retendo as do soluto, passando de uma solução pouco concentrada para uma outra deconcentração superior. Este movimento do solvente visa a equalização das concentrações em ambos os lados da membrana e tende para o equilíbrio. Ao aplicar pressão na solução concentrada, obtém-se o fenómeno contrário, osmose inversa. No campo da proteção ambiental, este fenómeno da Osmose Inversa é particularmente interessanteno tratamento de efluentes gerados nos aterros sanitários.